17/09/2021

 

Um passeio por Moçambique através de "Khanimambo", novo single de Tropicadelia


Foto: Flávia Baxhix
Foto: Flávia Baxhix/Divulgação

O continente africano é gigantesco, e eu não falo só de tamanho territorial, é gigantesco de cultura, diversidade e riqueza. Mas, nem sempre são as coisas boas a serem expostas pela mídia de massa, é graças a arte que nós podemos expandir nosso imaginário sobre os países africanos. E quando digo nós, digo pessoas que nunca tiveram a oportunidade de conhecer esse imenso lugar pessoalmente.

O Renan Augusto Dias, baterista da Tropicadelia, teve o privilégio de morar por um ano em Moçambique e transformou sua experiência em arte. No dia 10 de setembro, a banda lançou o single “Khanimambo”, que significa “obrigado” em changana/xangana, um dos principais dialetos falados em Moçambique. 

“Khanimambo é um resgate das memórias de um brasileiro em território moçambicano, utilizando palavras e expressões conhecidas por lá. Entre provas de amor e dialetos, a letra conta um pouco sobre como ver o cotidiano do país olhando de dentro, mas com um olhar de quem é de fora”, afirma Renan.

A composição foi lançada pela primeira vez no projeto Collaborata, que reuniu diversos artistas de Araçatuba (SP). Essa nova versão foi remasterizada pelo produtor Alexandre Soares, idealizador do Selo Curva.

Foto: André Pinheiro/Divulgação
Capa do single é foto de André Pinheiro (@sumode)
Junto com o single, a banda também lançou um clipe com imagens captadas e dirigidas pela artista multimídia Flávia Baxhix, intercalando com os registros feitos pelo próprio Renan enquanto morava em Moçambique. Aqui é interessante destacar a conexão que fizeram com o país através das máscaras Maconde e do cenário rústico, nos remetendo a um bairro rural.

A letra de Khanimambo é uma riqueza de informações, isso para mim é muito importante quando se conta uma história. Saber transmitir sentimentos, cenários e clima através das palavras é o que tem de mais genuíno entre os artistas. E as composições da Tropicadelia vem  mostrando isso desde o seu primeiro EP “Não Acabou”.

Quanto a melodia, eu nem preciso comentar sobre a vontade que dá de dançar enquanto experimenta um frango no leite, né? Sim, fiquei curiosa para provar as iguarias de Moçambique.

“Khanimambo faz o corpo se mexer em uma dança de agradecimento ao convívio e ao compartilhamento, e ainda que você seja retraído, vai se surpreender com a enorme vontade de bater o ritmo na palma das mãos e entrar no clima da canção”, comenta Flávia Baxhix.

Khanimambo é uma música cheia de energia e gingado, se a intenção da mensagem era passar a essência de Moçambique somada a nostalgia de lembrar como é estar lá, parabéns, Tropicadelia, vocês conseguiram.

A música está disponível em TODAS as plataformas de streaming, só escolher a sua favorita e dar play. 
Assista o clipe:



Sobre a Tropicadelia (@tropicadelia)

A Tropicadelia começou no final de 2016 em Araçatuba/SP com Fernando Kid (vocal/guitarra), Eduardo Martinez (baixo/voz) e Renan Augusto Dias (bateria/voz). Com o propósito de trazer para um formato power trio de rock a tropicália e a psicodelia (como o nome sugere) a banda lançou seu primeiro EP, “Não Acabou”, em 2020.

Sobre Flávia Baxhix (@flaviabaxhix)

Flávia Baxhix é artista multimídia, fotógrafa de espetáculo, arte educadora do programa Pontos MIS-SP, articulista para o caderno de cultura do jornal Hoje Mais. Formação pelo Senac-SP e Spéos Photographic Institute Paris. Participou de exposições coletivas em SP, RJ, AL e França.

Bruna Domingos
Instagram: @brunadominngos


14 comentários:

  1. Oi Bruna,
    Acho muito bacana quando a cultura fica implementada na arte, como é o caso dessa música.
    Ainda não conhecia a banda e gostei muito da música, achei ela super alegre!
    Beijo, Blog Apenas Leite e Pimenta ♥

    ResponderExcluir
  2. Oie, adorei o post! Ainda não conhecia, mas com certeza vou querer acompanhar.

    Bjs

    Imersão Literária

    ResponderExcluir
  3. Oi Bruna,
    Já havia visto a banda, mas não essa música!
    Gostei!
    beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Oi, Bruna. Como vai? Gostei da música. Sucesso para a banda. Muito bom conhecer o trabalho deles por aqui. Abraço!


    http://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Olá, Bruna.
    Eu não sou muito de ouvir musicas então nem estranho não conhecer hehe. E é muito bacana quem se propõe a fazer esse tipo de coisa. Porque realmente a cultura é muito rica e a única coisa que o mundo pensa quando fala em África é em pobreza e doenças.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  6. Que ritmo mais gostoso!!! Não conhecia a musica e nem a banda, ADOREI!!!!!
    UMA MISTURA, que lindo!
    Beijos!
    Pâm
    Blog Interrupted Dreamer

    ResponderExcluir
  7. Oi
    já escutei algumas musicas deles, mas não acompanho a carreira, por isso nem sabia do lançamento, mas essa música é boa, o estilo achei a cara do verão.

    http://momentocrivelli.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Amei a dica. Não conhecia o trabalho, e já vou escutar tudo
    beijos
    www.dearlytay.com.br

    ResponderExcluir
  9. Eu não conhecia essa banda ainda, mas achei muito interessante a ideia que tiveram de trazer a África na arte. Tenho uma amiga que mora em Angola e ela manda cada foto tão bonita, que é de tirar o fôlego. Fora a cultura, que é tão rica, que as músicas são uma bela homenagem.
    Gostei da dica.
    Bjks!

    Mundinho da Hanna
    Pinterest | Instagram | Skoob

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Eu não conhecia mas, gostei muito depois de ler e dar uma pesquisada na música hahahahha
    Achei bacana que a cultura ficou bem exposta e marcante, acho isso muito bacana.
    beijos.


    https://www.parafraseandocomvanessa.com.br/

    ResponderExcluir