04/07/2021

 

A Guerra do Amanhã: Uma mistura que deu certo

 

Título Original: The Tomorrow War
Título no Brasil: A Guerra do Amanhã
Diretor: Chris McKay
Roteiro: Zach Dean

A Guerra do Amanhã é uma salada de frutas de referências de vários filmes de ficção científica, bebendo muito de No Limite do Amanhã e Cloverfield.

O novo filme da plataforma Prime Video apresenta Chris Pratt, ou melhor, Dan Forrester o protagonista dessa trama alienígena. Quando o mundo inteiro descobre que o futuro está em jogo devido a monstros alienígenas, Dan é convocado para lutar numa guerra no futuro. Uma guerra na qual ele está consciente que não existe chance de vencer e que está indo assinando sua sentença de morte.

Trinta anos no futuro junto com alguns soldados e muitos civis despreparados, Dan é jogado em meio a um campo minado de monstros, bombas e uma guerra no meio de uma Miami destruída. É com as instruções da coronel vivida pela atriz Yvonne Strahovski que ele é guiado para uma missão de resgate de alguns soldados e recuperação de alguns objetos em laboratório.

Aqui vale um grande destaque para as cenas escuras, com fumaças e binóculos que geraram antecipação para os monstros. A sensação de urgência durante toda a primeira parte (a segunda também) foi muito bem feita. Quando os monstros finalmente foram mostrados, não eram assustadores, mas sua estética parecida com Cloverfield colaborou muito para o ar de "ferocidade."

Os minutos iniciais do filme estabeleceu a dinâmica familiar de Dan. Um tema que carregou toda a trama, mesmo a história sendo de ficção científica, paternidade é o tema central do filme e ressoa por todos os lados. Essas dinâmicas foram exploradas na relação de Dan com seu pai e a relação de Dan com sua filha Muri.


Certos personagens aparecem e desaparecem com alguma frequência, quando eles morrem não tem nenhuma importância para o público porque não foi criado conexão. Houve várias vezes que me peguei pensando que certo personagem tinha morrido porque sumiu e eu tinha me esquecido. Alguns minutos depois esse personagem morre em outra cena.

O visual do filme está lindo, prédios destruídos, fogo para todo lado. Soldados gritando, tiros e monstros matando pessoas.

A Guerra do Amanhã é aquele filme que você senta e curte, um filme pipoca bem divertido de ficção científica. Tentei várias vezes analisar cenas, fazer conexões porque amo isso, mas me perdia no sentido de urgência dos personagens, na velocidade da trama e no tanto que torcia para o Dan conseguir voltar bem.

A única escorregada do filme é seu terceiro ato que parece diminuir um pouco a velocidade ao dar um ar de desesperança para Dan. Funciona para o que propõe, mas é quase um golpe para o ritmo super acelerado na qual tudo estava andando (não entenda errado, não ficou lento, só deu um passo para trás - para você ter ideia da velocidade que o negócio estava indo). 

Com mais acertos que erros, A Guerra do Amanhã é uma super aventura de ficção científica que soube beber de referências e manter uma história emocionante com temas como paternidade e morte. Sendo ágil com um lindo visual, o filme mantém você entretido enquanto te faz torcer pelos seus personagens e pela união da família.



Vanessa de Oliveira
Instagram: @nessagsr



10 comentários:

  1. Fico ansiosa pra ver logo esse filme toda vez que vejo o trailer na tv! Parece ser ótimo!
    beijinhos,
    www.cafecommands.com

    ResponderExcluir
  2. Estou ansiosa para ver, mas ainda não tive a possibilidade!

    Bjxxx
    Ontem é só Memória | Facebook | Instagram | Youtube

    ResponderExcluir
  3. Oi, Vanessa. Como vai? Interessante este filme, parece ótimo. Adorei a dica e a resenha. Abraço!


    http://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Amei a dica. Minha mãe assistiu nesse final de semana e disse que gostou muito, estou esperando de ver os da minha lista para assistir também rs
    beijos
    https://www.dearlytay.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi Nessa, tudo bem?
    Eu não sou muito fã de sci-fi e já estou lendo um livro do gênero no momento, então acho que vou dar um tempo antes de conferir esse longa. Mas que bom que o saldo foi positivo!
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  6. Hey Vanessa,

    eu já tinha visto umas interferência visuais para divulgar o filme aqui em São Paulo que chamaram muito minha atenção. E com a sua resenha, eu vou acelerar o passo para assistir esse filme.

    Boas leituras e filmes,
    Apesar do Caos (blog)   | Skoob   |  Twitter
    Karen Gabrieli

    ResponderExcluir
  7. Olá, Vanessa.
    Eu já fui muito fã desse tipo de filme, hoje em dia acabo é dormindo no meio hehe. Mas vou tentar assistir para ver se gosto, mesmo com esse pontos negativos que você apresentou hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  8. Oi Vanessa,
    Amei sua resenha por que nesse momento eu estava aqui procurando o quê assistir mais tarde, haha. E esse é o tipo de filme que gosto de assistir com meu marido, pois ele prefere tramas ágeis e não tem paciência para linearidades. Enfim, vamos assistir.
    Beijo, Blog Apenas Leite e Pimenta ♥

    ResponderExcluir
  9. Oi Vanessa,
    Eu tenho o Prime Video e amo o Chris Pratt, mas quem disse que consegui assistir a esse filme? To enrolando! KKKKKKKKKK
    beeeijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Esperando o filme, que deve ser bom, não queremos a guerra, queremos a paz.

    skin melt lace wig

    ResponderExcluir