02/12/2020

 

É sobre o Brasil, é sobre nós: vamos conversar sobre o EP "Não Acabou", da banda Tropicadelia

Foto: Flávia Baxhix

Enfim o EP “Não Acabou”, da Tropicadelia, está disponível! Desde o dia 27 de novembro eu não paro de ouvir música por música pensando no que estamos vivendo. No texto que escrevi sobre “Primeiramente (Não Acabou)”, eu falei sobre como é esperançoso ver artistas transformando obscuridade em arte. Depois de ouvir e refletir sobre o EP completo, eu vejo como é possível ressignificar caminhos. Estamos longe de ter um país justo, mas é possível aproveitar a caminhada com quem está do nosso lado trabalhando para construir um futuro mais consciente. 

O EP “Não Acabou” tem seis faixas, quatro músicas e duas vinhetas, a produção é de Alexandre Soares e Fernando Kid, pelo Selo Curva. 

Eu quero deixar este espaço para compartilhar aquilo que senti e entendi de cada música. Acredito que ao ouvir, cada um vai interpretar da sua maneira, afinal, somos plurais, mas espero estar falando de acordo com o que os artistas realmente quiseram passar. 

1 - Intro 
Eu adoro ouvir músicas com uma intro longa e são sempre os meus momentos favoritos quando estou assistindo algum show. Então, sim! Tropicadelia acertou demais colocando uma intro para iniciar o EP. 

 

2 - Primeiramente (Não Acabou)
"Caro presidente, esteja ciente que não acabou"

A banda dialoga muito com o nosso contexto político e traz mais um pouco de esperança sobre o futuro. Nesta POSTAGEM, eu falei com mais detalhes sobre como me senti ao ouvir essa música e ao assistir o fotoclipe realizado em parceria com a artista multimídia, Flávia Baxhix.

 

3 - Donos da Verdade 
“Tanta gente botando o dedo no nosso nariz, empurrando coisas que eu não penso como se a verdade fosse o que diz” 

Uma música que fala sobre pessoas que tentam impor uma verdade sobre as outras, como se houvesse apenas uma maneira de pensar e falar. "Donos da Verdade" é sobre respeitar opiniões e espaços. Isso traz a nossa atual realidade, não podemos mais ter nossas ideologias sem sofrer alguma tentativa de silenciamento. Nas redes sociais, por exemplo, estamos sempre escolhendo as palavras certas, pois uma vez que está dito, todos interpretam do jeito que convém e ninguém está disposto a entender a perspectiva do outro.

 
 
4 - Pabllo 
“Você não me engana, eu sei o que te incomoda” 

Quando começa "Pabllo" eu a interpreto como uma carta aberta, e junto, um questionamento: será que a arte feita pelo outro não tem qualidade mesmo ou você é uma pessoa preconceituosa com aversão ao que é diferente daquilo que você acredita? Deixe as pessoas viverem suas vidas como querem, cuide do que é seu e respeite o caminho do outro. Não use a sua falsa busca pela qualidade como muleta para justificar o seu preconceito.

 

5 - Você Sabe 
“O seu mundo vai cair e o culpado é você” 

Com uma pegada diferente das outras músicas, “Você Sabe” reage a hipocrisia do ser humano de maneira bem direta. Aqui ouvimos a descrição de pessoas que dão atenção a tudo, menos ao que é importante: amor, família e respeito. 

Julgamentos, falta de empatia, preconceito e pessoas que não vivem o que pregam, temos muitos desses entre nós, que enchem a boca para falar de Deus, mas usam essa mesma boca para amaldiçoar aquilo que difere de suas ideologias. Isso nos faz questionar quem é o deus que essas pessoas servem.

A participação da Flávia Baxhix encerra a mensagem colocando contra a parede a desigualdade, o desgaste de ter que enfrentar pessoas maldosas e o desprezo que recebemos por simplesmente sermos quem somos. Mas, ainda ressalta que o amor é capaz de combater tudo isso, o amor é o que nos deixa forte quando vivemos algo verdadeiro.

 

6 - Aos Desacreditados-Ato 1 
"Eu não sei de onde vem essa esperança que sinto brotar das entranhas, se pá é a criança dentro de mim que ainda sonha"

Na voz do compositor Meia Hora (@_meiahora), a última vinheta expõe a realidade nua do nosso dia a dia. É uma conversa com todas as músicas do EP, ressaltando a desigualdade e a alienação de pessoas que nunca se colocaram no lugar dos marginalizados e nunca sentiram na pele o que é estar sempre lutando contra um sistema preconceituoso e opressor. 


As palavras do artista Meia Hora fecham o EP e reforçam: a esperança (que não sabemos de onde vem) é o que nos faz continuar. "Não Acabou" é um ato político.


No dia 26 de novembro, participamos do pré-lançamento do EP, foi um momento especial entre alguns amigos e familiares. Fazia um tempo que não sentíamos aquela curiosidade boa de ouvir algo novo e a Tropicadelia nos fez sentir isso mais uma vez neste ano. Queremos agradecer o convite e esperamos que as mensagens dessas músicas se espalhem e sirvam para nos unir ainda mais.

A banda Tropicadelia é composta pelo Fernando Kid (vocal e guitarra), Eduardo Martinez (baixo) e Renan Augusto Dias (bateria).

Redes sociais:
Instagram: @tropicadelia
Twitter: @tropicadelia
Facebook: @tropicadelia
Spotify: Tropicadelia
YouTube: Tropicadelia

Flávia Baxhix
Instagram: @flaviabaxhix

Selo Curva
Instagram: @selocurva

Bruna Domingos
Instagram: @brunadominngos

7 comentários:

  1. Oi, Bruna. Como vai? Muito legal as músicas. Gostei bastante de ouví-las. A minha favorita foi VOCÊ SABE. Adorei o post. Abraço!


    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Oi Bruna,
    Não conhecia a banda, desejo muita sorte para eles!
    beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Sabia que já tinha ouvido alguma música dessa banda antes. A que mais gosto é exatamente 'Primeiramente não acabou', ela mexe muito comigo e sempre fico emotiva com os cartazes. Desejo todo sucesso para a banda.
    Bjks!

    Mundinho da Hanna
    Pinterest | Instagram | Skoob


    ResponderExcluir
  4. A intro já arrasa!

    O primeiramente não acabou eu já tinha ouvido,
    A VocÊ Sabe dá uma baita chacoalhada, para a gente ver o que está fazendo, né?
    Interessante...

    Beijos!
    Pâm
    Blog Interrupted Dreamer

    ResponderExcluir
  5. Oi Bru, tudo bem?
    Dá pra ver que o EP não veio pra brincadeira.
    As frases que você grifou são bem poderosas e tem tudo a ver com o contexto que vivemos. Mega pertinente!
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  6. Oi
    Que bacana que participou do pré episódio, acho muito bacana isso, eu não conhecia mas, pelo contexto e seu texto dá para perceber que tiramos muitas reflexões.
    Beijos.


    https://www.parafraseandocomvanessa.com.br/

    ResponderExcluir
  7. So good share, I like it.
    Hope you can have a happy day.
    Kiss. lace wig

    ResponderExcluir