25/10/2020

 

A Maldição da Mansão Bly: Perfeitamente Esplêndida (Sem Spoilers)


 "Amar uma pessoa verdadeiramente é aceitar que a dedicação de amá-la vale a dor de perdê-la."

Mike Flanagan tinha a difícil tarefa de superar seu último sucesso na netflix: A Maldição da Residência Hill. Continuando sua coletânea, ele decidiu ir para um caminho diferente e explorar as nuances das clássicas histórias de fantasmas apresentadas em romances góticos como o conhecido Henry James, o autor da obra A Volta do Parafuso, na qual sua nova antologia é baseada. 

The Haunting of Bly Manor veio ao Brasil como A Maldição da Mansão Bly. Essa nova história não está interligada com A Maldição da Residência Hill, então, você pode assistir tranquilo, ok? Pronto para embarcarmos para Londres, mais especificamente para Bly em 1987? 

Nessa nova história conhecemos Dani Clayton (Victoria Pedretti), uma americana que consegue o emprego de au pair de duas crianças órfãs, Miles e Flora, após a trágica morte de seus pais e sua babá anterior. O tio, Henry, se nega a receber atualizações ou notícias do que pode estar acontecendo deixando Dani sozinha na mansão com as crianças, o gentil cozinheiro Owen, a amável governanta Hannah e a quieta jardineira Jamie. 

Flora e Miles se mostram duas crianças extremamente educadas, mas quanto mais os dias passam mais notamos certos comportamentos estranhos. Flora é muito ligada à sua casa de boneca que é uma réplica da mansão, Miles acabou de voltar de um internato sem nenhuma explicação e apresenta comportamentos incomuns para uma criança. 

Peças e peças vão sendo entregues para o espectador fora de contexto e aos poucos, ao longo de nove episódios o quebra cabeça vai se montando para explicar os mistérios, os fantasmas, traumas e a maldição que assola aquele lugar. A série utiliza flashbacks para mostrar o passado dos personagens e como cada fantasma está intimamente ligado a dores do passado e problemas não resolvidos. 

Em comparação ao seriado anterior, A Maldição da Mansão Bly não trabalha com a escalação do terror imediato, aqui a série trabalha com uma atmosfera lenta de antecipação, se movendo entre drama e tragédia. Culmina numa tragédia romântica e trabalha em arestas muito mais profundas em seus temas num episódio que pode muito bem ser um bom exemplo de como fazer histórias de assombração. 

No âmago, a história concentra-se em comparar jornadas de alguns casais para convergir o seu tema entre amor e posse. Tanto o terror quanto o romance são utilizados para isso, a tragédia romântica acompanha o terror e depois de horas de tensão é possível que você termine em lágrimas ou ao menos feliz pela jornada dessas pessoas. 

A trilha sonora e o cenário são um grande destaque que contribuem para atmosfera de inquietude. Assim como o elenco, principalmente as crianças que me deixaram desconfortável em vários momentos aumentando a dúvida de que algo estava errado, algo além da dor da perda dos pais e a ausência do tio. 

A Maldição da Mansão Bly é uma grata surpresa, emocional, romântica e devastadora como uma boa história deve ser. Se você se pergunta se o terror aqui fará você pular da cadeira como na série anterior ou mesmo os filmes de terror que estamos acostumados, a resposta é: não. Mas quem disse que é preciso disso para estar aterrorizado?


Vanessa de Oliveira
Instagram: @nessagsr

12 comentários:

  1. Oi Vanessa, como vai? Me parece um seriado excelente não é mesmo? Gosto desta mescla de terror com outros elementos. Que bom que gostou de assistí-lo. Sua resenha ficou ótima. Abraço!


    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Oi Van!

    Eu estou tentada a ver o primeiro episodio porque o terror parece ser mesmo mais leve e navegar pelo amor também, algo que certamente me agrada
    Fiquei curiosa - acho que a atmosfera antecipação deve deixar os olhinhos pregados na tela!

    Bjs!
    Pâm
    Blog Interrupted Dreamer

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Como você está? Espero que esteja bem.
    Menina, e eu que tenho medo dessas séries? Eu até encaro filmes de terror, mas série eu já acho que é muito tempo vendo algo, acaba atacando minha ansiedade. Mas minha mãe assitsiu e adorou.
    Beijão!
    Lumusiando

    ResponderExcluir
  4. Vanessa, eu fico muito curiosa para assistir, mas o meu medo fala mais alto hahaha. E sempre quando eu ligo a Netflix, passa um pouquinho da história, aí eu fico na dúvida se mato a curiosidade ou sigo a vida feliz hahaha. Enfim, acho que para quem gosta do gênero, é uma boa pedida. E já fiquei com medo só de olhar para esse pôster hahaha. =D

    Beijos, Carol
    www.pequenajornalista.com

    ResponderExcluir
  5. A minha vontade de assistir a esse filme só não é maior do que o meu pavor a filmes de terror hahahahaha.
    Parece ser um história bem bolada, e a sua resenha foi maravilhosa. Agora me resta encontrar um pouco de coragem (ou um lapso de loucura) para assistir a esse filme hahahaha.

    Beijinhos
    Renata

    ResponderExcluir
  6. Olá, Vanessa.
    Eu gostei muito de A Maldição da Residência Hill e não sei se fui com muita sede ao pote para assistir essa, mas o certo é que achei bem chato. Tanto que só assisti o primeiro episódio e parei. Mas vou ver se continuo, vai que eu acabo gostando hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  7. Oi, Vanessa!
    Não assisti à Maldição da Residência Hill por puro medo, o que me fez passar A Maldição da Mansão Bly também haha. É bom saber que os jumpscares não existem, mas não sei do que tenho mais medo: do terror propriamente dito ou aquele mais psicológico e "leve". Amei sua resenha!

    Estante Bibliográfica

    ResponderExcluir
  8. Também concordo que não são necessários sustos para deixar o telespectador inquieto, eu mesma prefiro terror psicológico, diretores que nos fazem ter medo do que ainda nem sabemos ou não vimos, são gênios.
    Ainda não sabia da existência dessa produção, quando possível vou conferir.
    Beijo, Blog Apenas Leite e Pimenta ♥

    Ps. Estou participando de uma campanha, e caso queira conhecer os novos produtos OMO, clique neste link, pois vai me ajudar nesta ação.

    ResponderExcluir
  9. Acabei de ver um post em outra página sobre "A maldição da residência Hill" e estou com mais interesse ainda em assistir, acho que essa semana é a semana perfeita para a temática terror! Espero não ser decepcionado, porque caso isso aconteça vou voltar aqui para reclamar, rs. Obrigado pela dica!!
    Abraços!!

    Wall's Books
    https://wallsbooks.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Amei o post. Eu estava vendo o povo dizer que foi assistir pelo terror e voltou chorando e fiquei bem curiosa para assistir também. Parece ótimo.
    Beijos
    http://www.dearlytay.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oi
    essa é um tipo de série que fujo já que não sou de ver terror, mais estou lendo muitos comentários sobre essa série, parece ter um bom elenco e que bom que gostou de assistir, boa dica para quem gosta de terror.

    http://momentocrivelli.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  12. Assisti a segunda temporada e gostei, mas pra mim ainda não superou a primeira. Esperto uma terceira temporada ♥ Amo séries de terror!

    www.blogflorescer.com

    ResponderExcluir