23/08/2020

 

Short Term 12: Viver é aprendizado

Título Original: Short Term 12
Título no Brasil: Temporário 12 
Diretor: Destin Cretton
Roteiro: Destin Cretton


Sinopse: Grace é uma jovem conselheira em uma casa para adolescentes que vivem nas piores condições. Ela está pronta para se casar, mas, com as exigências do seu trabalho, toma decisões que podem arriscar sua carreira.


Short Term 12 é um dos meus filmes favoritos de todos os tempos. Não é um filme com uma mensagem transformadora que te deixará em lágrimas no final, é um retrato real e íntimo sobre o passado e jovens que vivem a margem da sociedade. Nele somos apresentados a rotina de lares temporários para adolescentes em risco que sofreram algum tipo de abuso e estão lentamente aprendendo a viver de novo.

É aqui que conhecemos os supervisores do lar temporário 12, sendo Grace (Brie Larson) a chefe de todos. De adolescentes em fuga, verificação por objetos pontiagudos em seus quartos à crises emocionais esses supervisores são responsáveis por manter o lar em ordem e estabelecer uma conexão com esses jovens. Para Grace tudo está indo com a maré, até mesmo seu relacionamento com o supervisor Mason (John Gallagher Jr.).

Seu trabalho e seu relacionamento são a maior constante de sua vida. Enquanto ela é simpática e reservada, Mason é um homem engraçado e amoroso e os dois se complementam tanto no trabalho como casal, mas é visível que Grace está emocionalmente carregada com algo.

As feridas emocionais de Grace começam a se mostrar com a chegada de Jayden (Kaitlyn Dever), uma adolescente de 15 anos que é frágil e, ao mesmo tempo, está em constante batalha em se abrir para outras pessoas. Grace e Jayden se conectam instantaneamente. A saída de Marcus (Keith Stanfield) também desestabiliza o local e as conexões entre os adolescentes.

O passado de Grace vai se revelando aos poucos.

Na história principal de Grace somos conectados por sua relação com Jayden que empurra todos seus demônios para fora e sua relação com Mason que traz toda segurança, conforto, humor e amor para ajudar expulsar seus demônios. Todos os personagens ajudam carregar a trama e sentir a dor e amor com eles, seja de Marcus lutando com seu passado, Sammy (Alex Calloway) com sua relação com suas bonecas que se tornaram sua família ou mesmo Nate (Rami Malek), o novo supervisor apresentado com o espectador ao mundo desses adolescentes.

Destin Cretton, diretor e roteirista, disse em entrevistas que baseou o filme na época em que trabalhou por dois anos em instituição para adolescentes em risco.

Com um retrato real, engraçado e com uma luz de esperança, Short Term 12 é um embalo nas cicatrizes, conexões que fazemos ao longo da vida. Muito além, é um filme sobre o aprendizado do amor.



Vanessa de Oliveira
Instagram: @nessagsr

9 comentários:

  1. Oi, Vanessa como vai? Achei a premissa interessante. Eu não conhecia este filme, mas que bom que você o indicou, assim posso assistí-lo quando der. Abraço!



    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Oi, Vanessa!
    Nunca ouvi falar nesse filme e achei interessante! Mas por conta da carga emocional mais pesada, acho que não assistira pelo menos no momento.
    Sua resenha ficou ótima :D amei conhecer mais aspectos da obra!

    Estante Bibliográfica

    ResponderExcluir
  3. Oi Vanessa, tudo bem?
    Nunca tinha ouvido falar no filme, mas achei a premissa bem instigante e parece ser daqueles filmes que mexem com o espectador. A Brie Larson é ótima, então imagino que dê um show de atuação aqui também.
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  4. Olá, Vanessa.
    Não conhecia o filme ainda e também não é o que estou acostumada a assistir. Mas achei o enredo muito interessante, ainda mais pelo diretor ter se baseado em sua própria experiencia. Se der vou assistir.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  5. Oi
    não conhecia esse filme, boa indicação e me interessei pela premissa, ainda mais por mostra um pouco sobre esses lares que acolhem os jovens, vou ver se procuro ele para assistir.

    http://momentocrivelli.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Amei a dica. Esse filme parece ser ótimo para nos ajudar a enxergar outros lados, sem contar que a Brie Larson é incrível.
    beijos
    http://www.dearlytay.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Já li alguns livros em que a ambientação eram lares para adolescentes, inclusive alguns foram baseados em fatos, mas ainda não tive a oportunidade de assistir um filme com essa premissa, tanto que nunca consigo encontrar "Garota Interrompida" para assistir. Enfim, quando possível vou conferir essa trama.
    Beijo, Blog Apenas Leite e Pimenta ♥

    ResponderExcluir
  8. Não conhecia esse filme. Achei a premissa bem triste e só de pensar dá um apertinho no coração! Mas acho que histórias assim nos trazem lições valiosas, né? E isso faz valer a pena. Vou tentar assistir e depois te conto! :)

    Beijos, Carol
    www.pequenajornalista.com

    ResponderExcluir
  9. Parece ser um filme bastante interessante, que meche com a gente. Esses dias assisti A Química que há Entre Nós, e faltei me acabar de chorar, recomendo muito ele hahaha

    Beijinhos
    Renata

    ResponderExcluir