07/06/2020

 

Resenha: Bom Dia, Sr. Mandela

Título: Bom Dia, Sr. Mandela
Autora: Zelda la Grange
Editora Novo Conceito
Páginas: 432


Bom Dia, Sr. Mandela não é um livro sobre a vida do Mandela. Se é isso que espera melhor procurar outro livro.

Entretanto, não posso ofuscar a importância dessa obra para alguém que gostaria de saber um pouquinho sobre ele e sua relação com Zelda la Grange, e como isso fez com que ela mudasse seus conceitos de vida.

Mandela fez da sua vida uma missão para tornar o mundo um lugar melhor com suas lições, suas palavras sobre preconceito e sua palavra sobre paz e igualdade. Zelda la Grange narrou em seu livro a história da sua vida, um pouco da história de Nelson Mandela e um pouco da história da África do Sul.

E o mais forte sobre essa obra é o preconceito. As notícias na televisão, jornais e todas as mídias que vemos todos os dias não conseguem demonstrar nem uma gota de como esse sentimento opressor afeta um país inteiro e o mundo. Através da narração de Zelda somos levados a compreender que o preconceito não só gera consequências como violência, mas há fatores bem piores que isso.

Zelda la Grange foi a secretária pessoal de Nelson Mandela e conta em seu livro como sua vida mudou ao conhecer esse homem. A autora foi criada no apartheid e acreditava fortemente na supremacia branca. Sua família inteira acreditava que os negros não tinham lugar no mundo e ela viveu isso na sua infância e adolescência, até que Mandela se tornou o Presidente Nelson Mandela.

A infância e a adolescência de Zelda é muito interessante para se observar, porque mostra muito como os brancos enxergavam o apartheid, principalmente como todo o preconceito se estabelece na vida dela.

Zelda resistiu muito, mas com vários impasses acabou indo trabalhar como secretária pessoal do homem que ela e sua família consideravam um terrorista. Aos poucos, enquanto sua vida pessoal e profissional se entrelaçavam na mensagem e mudanças que o presidente buscava, sua visão do mundo e suas próprias escolhas de vida começaram a ser questionadas. 

E sua vida mudou.

Tanto Zelda como as pessoas ao redor dela que viviam com ela e tinham as mesmas crenças anteriores começaram também a derrubar o preconceito.

Zelda acreditava fortemente que sua relação com Nelson Mandela se manteria profissional, quanto mais ele procurava mudanças e busca pela paz, mais eles mantinham contatos, mais ela questionava e mais respostas ele tinha para dar. Enquanto ela era sua secretária pessoal, ela também se tornou sua aluna e ele seu mentor.

Bom Dia, Sr. Mandela é uma das mais comoventes histórias que já tive oportunidade de ler. Através de uma relação de amizade, Zelda conta a história de uma mulher que nasceu no preconceito e aprendeu a enxergar o mundo com outra perspectiva.

Vanessa de Oliveira
Instagram: @nessagsr

Compre na Amazon: https://amzn.to/2MAcfSE

10 comentários:

  1. Oi, Vanessa como vai? Eu sempre quis ler este livro, mas ainda não tive a oportunidade de o ler. Me parece um livro enriquecedor em vários aspectos e, lendo sua resenha certifiquei-me que preciso lê-lo o quanto antes. Quando um livro comove o leitor é sinal de que a obra é profunda e verdadeira. Ótima resenha. Abraço!


    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Não conheço esse livro, mas ele já me chamou atenção pela tua resenha. Nunca tinha parado para pensar sobre esse ícone de nossa História, pelo lado de quem trabalhava para ele. E deve ser emocionante a leitura.
    Bjks!

    Mundinho da Hanna
    Pinterest | Instagram | Skoob

    ResponderExcluir
  3. Oi Vanessa,
    Não conhecia o livro, mas ele parece muito bom. Parece uma leitura muito interessante e emocionante, com certeza já está na minha lista de desejados.
    Bjssss

    Helo
    https://pensamentossoavento.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Olá, Vanessa.
    Eu era parceria da editora na época que lançou esse livro. Mas quem leu e resenhou ele foi uma colaboradora na época. E lembrou que ela foi só elogios ao livro.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  5. Oi, Vanessa!
    Puxa que premissa incrível! Lendo o título eu jurava que era uma biografia do Mandela :P
    Mesmo assim, salvei a indicação! Parece ser uma leitura transformadora <3

    Estante Bibliográfica

    ResponderExcluir
  6. Que interessante, nunca tinha ouvido falar desse livro. A história parece ser muito legal e envolvente.

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oi Nessa, tudo bem?
    Cara, só de ler sua resenha minha garganta fechou e fiquei emocionada. Que crueldade a do racismo de fazer uma família negra acreditar no apertheid, sério. Isso me parte o coração, e os brancos têm muito a fazer para reparar historicamente todos esses danos.
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  8. Não conhecia o livro e acho que assim como a Zelda, ele tem muito a me ensinar também. E acho que as pessoas que estão abertas a quebrar preconceitos, com certeza conseguem! Dica mega anotada. ♥

    Beijos, Carol
    www.pequenajornalista.com

    ResponderExcluir
  9. Olá Vanessa, tudo bem?


    Esse livro está na minha lista de desejados, quero muito ler e agora com a sua resenha a minha vontade aumentou, gosto muito do gênero e de histórias que envolvam o Mandela, ótima resenha.


    Bjs.


    https://devoradordeletras.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Talvez não seja uma bibliografia, mas sem dúvida esse livro me pareceu histórico, um livro onde é possível entender um momento social por meio de quem viveu dentro dele.
    Amei a sua resenha e dica de leitura!
    Beijo, Blog Apenas Leite e Pimenta ♥

    ResponderExcluir