20/05/2020

 

Becoming: fortalecendo espaços através da história


Becoming (2020), intitulado como "Minha História" aqui no Brasil, é um documentário que acompanha a turnê de lançamento do livro autobiográfico da 46ª primeira-dama dos Estados Unidos, Michelle Obama. Mas, muito além do que registrar toda a turnê, nós conhecemos um pouco mais sobre a vida pessoal da ex-primeira-dama. Uma mulher preta vivendo em um país racista e quebrando barreiras ao mostrar que pode estar onde ela quer estar. 

No documentário, dirigido por Nadia Hallgren, Michelle relata seus primeiros anos, a convivência com os pais e o ambiente escolar. Ela fala sobre como sua vida sempre foi um grande "não", o racismo a desencorajou de seguir seus sonhos diversas vezes, chegou a ouvir dos orientadores da escola que a Universidade de Princeton não era seu lugar, mas ela não se deixou esmorecer.

Até que chegou o dia de disputar a entrada na Casa Branca, foi difícil lidar com a imprensa durante as campanhas políticas do marido, Barack Obama. Uma das principais lições foi de sempre pensar duas, três, quatro vezes antes de dar uma declaração, pois a imprensa sensacionalista não liga para o que você tem a dizer, sua imagem é sempre mais importante.

Durante a narrativa documental, Michelle enfatiza bastante que seu público-alvo é o jovem, pois os jovens são o futuro da nação. Entre mediações e entrevistas sobre o livro, Michelle também senta para conversar com as minorias: pretos, índios, asiáticos, latinos, LGBTQI+... Nessas conversas ela fala sobre o poder de não se sentir invisível e sobre a propriedade de sonhar. Isso me tocou, especialmente porque todos os dias eu penso sobre como continuar e não perder a esperança.

Michelle fala sobre os nãos que a vida dá e eu automaticamente penso nos nãos que recebo todos os dias quando sinto que meu trabalho não está sendo valorizado como eu esperava. O que falta? O fato é que temos que nos conhecer, saber onde queremos chegar e nos apegar naquelas pessoas que nos inspiram e são nossas referências. Em uma conversa que tive com a Anne Quiangala, do blog Preta, Nerd & Burning Hell, falamos sobre a importância de nos apegar às pessoas que estão constantemente nos motivando e valorizando aquilo que fazemos. No final, essa foi a maior mensagem que o documentário me passou, não ter medo de ser quem somos e lutar por aquilo que acreditamos.

Não queremos ser só mais um número, temos nome e sobrenome, queremos ser chamados por eles. Muito mais do que fazer a diferença no meu trabalho e nas minhas escolhas, eu quero viver como qualquer pessoa que tem direitos. O não, não é resposta para mim, essa é uma barreira que quebramos todos os dias. Ao passar por 34 cidades compartilhando sua história, Michelle fortaleceu espaços e acordou um espirito de união entre seus leitores. Becoming é uma viagem incrível!


Bruna Domingos
Instagram: @brunadominngos

10 comentários:

  1. Oi, Bruna como vai? Uau que resenha maravilhosa, parabéns! O documentário parece ser incrível, particularmente eu aprecio demais este tipo de mensagem. Dica anotada. Abraço!

    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Oi, Bruna! Gostei muito da sua resenha <3 Não conhecia o documentário, mas a Michelle Obama é uma mulher tão empoderada e incrível, que me deu até vontade de assistir :D

    Estante Bibliográfica

    ResponderExcluir
  3. Bruna, quero muito ler esse livro e assistir ao documentário! ♥
    Essas lições nos dão força para continuar e não desistir, mesmo com tantos "poréns". Quanto ao trabalho, concordo: a gente tem que se conhecer e isso leva um tempinho. Ano passado deixei uma empresa para me achar de verdade na vida profissional. Não foi fácil e não é, mas hoje eu sinto que estou no caminho mais certo e fazendo o que mais amo: escrever! Enfim, espero que coloque as lições, aos poucos, na prática. E não desista, por mais que muitos falem o oposto para a gente. ♥

    Beijos, Carol
    www.pequenajornalista.com

    ResponderExcluir
  4. Olá, Bruna.
    Eu confesso que não assisto documentários. Mas gosto tanto dela e acho que ela tem tanto a ensinar que se der vou assistir. Adorei a postagem.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  5. Minha História é um livro que está na minha lista, mas eu ainda não sabia da existência desse documentário. Sem dúvida Michelle tem muito a ensinar e eu gosto muito desse jeito aberto e generoso dela.
    Beijo, Blog Apenas Leite e Pimenta ♥

    ResponderExcluir
  6. Oi Bruna,
    Quero muito ver o documentário e ler o livro, acho a Michelle uma mulher tão incrível e ela tem tanto para dar para as pessoas. E sua resenha está incrível!
    Bjssss


    Helo
    https://pensamentossoavento.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Eu vi a biografia da Michele e fiquei doida para ler. Não sabia do documentário até agora! Acho ela uma mulher incrível, com toda a sua história de superação, calando a boca dos outros. Não é meu lugar de fala quando o tema é o racismo. Meu lugar de fala é apenas o da mulher e o da gordofobia (apesar de isso não aparentar por conta das minhas fotos mas sou bem plus), porém é sempre bom e enriquecedor conhecer mais sobre mulheres vencedoras e que são capazes de calar a boca dos outros, mostrando o quão maravilhosamente capazes elas são. Sempre admirei! Vou assistir esse doc para ontem. <3

    Abraço,
    Larissa ♥
    Parágrafo Cult

    ResponderExcluir
  8. Oi Bruna,
    Não sou muito fã de documentários, mas este está na minha lista da Netflix por ser da Michelle Obama, a admiro demais e quero conhecer sua história!
    beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. Oi Bruna, tudo bem?
    Fiquei muito interessada no documentário, assim como estou no livro. A Michelle parece uma pessoa extremamente inspiradora, e certamente precisou vencer muitos obstáculos, assim como o Obama.
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  10. Olá bruna,


    Eu assisti esse documentário e gostei demais, agora eu quero ler o livro, ótima resenha e dica.

    Beijos.

    https://devoradordeletras.blogspot.com/

    ResponderExcluir