05/04/2020

 

Resenha: Esperando por Doggo

Título: Esperando por Doggo
Autora: Mark B. Mills
Editora Novo Conceito
Páginas: 224



Histórias com cachorros estão lotando cinema e livros, principalmente porque são histórias emocionantes de amizade e tragédia que se unem num drama que nos deixam em lágrimas.

Esperando por Doggo não é assim. Na verdade, o livro tem uma história leve com toques de humor que pode ser lido numa tarde e mesmo assim ser muito apreciado.

Dan acreditava que tinha uma vida feliz com Clara, sua namorada, até o dia em que ele chega em casa e encontra uma carta escrita por ela lhe dizendo que precisava ir embora. Ela utiliza algumas desculpas para o ato, além disso, Clara também lhe pede que leve Doggo (o cachorro que ela trouxe) de volta para o abrigo.

No começo, Dan fica completamente perdido. Na mente dele, o relacionamento estava bem e logo ele se casaria e o cachorro, bem... Não era exatamente o que ele queria e agora sua missão é devolver Doggo ao abrigo e essa não é uma tarefa fácil. Clara também disse que ele precisava de um novo emprego, o que lhe parece mais complicado ainda.

Doggo é um cachorro muito feio, mas também parece ser extremamente carinhoso e possuir um gênio próprio. Quando Dan leva Doggo para o abrigo e descobre que o cachorro precisa ser castrado uma troca de olhar na qual Dan parece finalmente entender faz com que ele fique com o cachorro.

Conforme a história vai avançando, Dan descobre segredos de sua família, consegue um emprego na qual leva Doggo todo dia, conhece novas pessoas, mostra interesse por algumas, começa amizade com outras e enquanto isso Doggo vai fazendo parte de cada acontecimento de sua vida e uma linda amizade é desenvolvida durante todo o livro.

A leitura desse livro é simples, uma história tranquila, a leitura é fluída. A história é sobre uma amizade de um homem perdido e um cachorro extremamente feio, mas que lhe entende de todas as formas e se torna seu melhor companheiro.

É tão lindo a relação de Dan e Doggo que o livro poderia ser escrito sem nenhum personagem. A relação de ambos é construída aos poucos, desde a estranheza até um profundo senso de amizade compreendido apenas em olhares.

Uma história simples sobre amizade que pode ser lida num dia e ainda te deixar com aquele gostinho de quero mais.

Vanessa de Oliveira
Instagram: @nessagsr

7 comentários:

  1. Oi, Vanessa como vai? Eu particularmente aprecio estórias descompromissadas e leves. Amizade é algo tão bonito de se experienciar, vejo que o livro me agradará por completo se for lido por este que vos escreve. Não conhecia o livro, mas fiquei interessado em lê-lo. Sua resenha ficou bem explicadinha, adorei. Abraço!


    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Oi Vanessa!
    Vou te falar: o meu maior medo na vida é de cachorro hahaha. Por isso, acho que é muito dificil para mim ver histórias com dogs. Mas da forma como você descreveu, parece ser um livro bem leve e bacana de ler ☺
    Os Delírios Literários de Lex

    ResponderExcluir
  3. Olá, Vanessa.
    Eu sempre fico com receio de ler livros com animais depois do Marley hehe. Mas li esse na época do lançamento e gostei muito. A história é bem bonita.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  4. Opa, tudo bem por aí?

    Eu não costumo mais ler obras sobre cachorros porque as que li me deixaram tão tristes. É de partir o coração quando um livro é sobre um doguinho e ele morre no fim. Eu sei que é o ciclo da vida, mas é tão triste :( A premissa da obra em questão é legal, só espero que o Doggo não morra também no fim kkkk.

    Abraços :)
    Acampamento da Leitura

    ResponderExcluir
  5. Oi Nessa, tudo bem?
    Já gostei por não ser triste. Odeio histórias em que algo ruim acontece com o doguinho hahaha! A trama me lembrou um artista que sigo no Instagram, ele se separou e o dog dele foi a salvação pra superar. O dog é o Jimmy Choo, um bull terrier muito fofo.
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  6. Oie Van!

    Quem vÊ cara não vê coração
    e por mais que fosse feinho, o coraçãozinho dele amou muito hehe
    Fiquei com vontade de ler, espero que nao tenha um final tristinho <3
    parece ser bem fofo!

    Beijocas da Pâm
    Blog Interrupted Dreamer

    ResponderExcluir
  7. Filmes e livros com doguinhos sempre me dão um aperto no coração! Choro que nem uma doida hahaha! Mas esse parece ser lindo, mas nada trágico. E já me apaixonei por Doggo! Então, dica mais do que anotada. Espero que dê para ler no Kindle. ♥

    Beijos, Carol
    www.pequenajornalista.com

    ResponderExcluir