Resenha: Claro que te amo!

Titulo: Claro que te amo!
Autora: Tammy Luciano
Editora Novo conceito
Páginas: 320
Onde Comprar: Saraiva

Sinopse: Piera tem certeza: está cometendo a maior loucura da sua vida ao assistir, escondida, ao casamento de seu ex-noivo. Depois de seis anos de relacionamento, entrar de penetra na comemoração foi tudo que André deixou para ela. E olhar a cena não a faz feliz, mas encerra uma fase de sua vida. Hora de recomeçar. 
Mas como recomeçar se seu coração está cheio de dor? Envolver-se com a história de Piera é como descobrir que sempre há um lado muito bom a ser revelado... Mesmo que tudo pareça tão difícil.

Resenha: Após assistir, escondida, o casamento de seu ex-noivo, Piera, 19 anos, cai em uma verdadeira depressão amorosa. Ela simplesmente não se conforma em ser deixada após seis anos de namoro e está sempre tentando entender o que aconteceu para tudo ter dado errado. Piera vive no Rio de Janeiro com seu pai, logo quando nasceu sua mãe foi embora para procurar a própria felicidade e nunca mais voltou. Assim, Piera foi criada a vida toda pelo pai, sem sequer lembrar de como era a mãe.

Após muito tempo de sumiço, Piera recebe a noticia de que Cecilia, sua mãe, havia voltado e estava internada em uma clinica para tratar de sua depressão profunda. E é aí que a nossa querida personagem cai em mais uma de suas crises existenciais, se sentido confusa e sem saber se realmente quer encontrar a mãe depois de tanto tempo. Mas depois de pensar bastante ela decide ir até a clinica com o pai, uma pessoa que se tornou mais importante do que qualquer outra coisa em sua vida.

Durante a visita tensa que faz para sua mãe, Piera conhece o Marcelo. Um estudante de medicina que está acompanhando o caso de Cecilia. O clima entre os dois é de imediato, Marcelo é bonito e com características, que pela descrição, parecem perfeitas. Por conta da mãe, Piera estará sempre indo a clinica, fazendo com que sua proximidade com Marcelo seja cada vez mais intensa, e então uma grande história de amor vai nascendo entre tantos conflitos emocionais de Piera.
Agora ali, olhando aqueles olhos verdes, quase azuis, entendi que alguns encantamentos da vida podem acontecer depois de grandes tragédias. Já tinha sofrido bastante para alguém da minha idade, mas tentava lembrar da história do patinho feio que, na verdade, podia ser visto como um lindo cisne negro. Pag. 91
Gostaria de declarar que eu tive uma relação de amor e ódio com esse livro, e vou falar porquê. Bom, pra começar Claro que te amo! foi muito repetitivo, só os primeiros capitulos são dedicados a depressão de Piera, e sem contar que ela repetia tudo novamente em determinados momentos da história. Basicamente, Piera é uma personagem irritante. Achei que foi um pouco desnecessário tanta expressão de tristeza visto que nos dois primeiros capítulos ficou bastante claro como Piera se sentia. Mas o que realmente me irritou na personagem, não foi só o fato dela choramingar tanto, mas sim dela mesmo estragar as coisas, e quando você for ler vai entender o que quero dizer (não quero dar spoilers).

Mas agora o que me fez gostar da história e me incentivou a ler, foi a reviravolta de alguns acontecimentos. Como por exemplo quando Piera consegue esquecer seu ex noivo de uma vez e embarca no romance com Marcelo, acredito que isso tenha me feito insistir no livro, e olha, valeu a pena esperar. O final de Claro que te amo! é supreendente, devo dizer que foi bom ter persistido na leitura. E mesmo que a escrita da autora não seja uma das minhas favoritas, quero deixar claro que amei a história.
-Bruna Domingos

Resenha: A Garota da Capa Vermelha

Titulo: A Garota da Capa Vermelha
Autores: Sarah Blakey-Cartwright
Editora iD
Paginas: 364
Onde Comprar: Saraiva

Sinopse: Quando Valerie descobre que sua irmã foi assassinada pela lendária criatura, ela acaba mergulhando de forma irresistível em um grande mistério que vem amaldiçoando sua aldeia por gerações. A revelação vem com Father Solomon: o Lobo habita entre eles - o que torna qualquer pessoa do vilarejo suspeita. Estaria Peter, sua paixão secreta desde a infância, envolvido nos ataques? Ou seria Henry, seu noivo, o Lobisomem que assola as redondezas? Ou talvez, alguém mais próximo? Enquanto todos estão à caça da besta, Valerie recorre à avó em busca de ajuda: ela dá à neta uma capa vermelha feita à mão e a orienta através da rede de mentiras, intrigas e decepções que vem controlando o vilarejo por muito tempo. Descobrirá Valerie o culpado por trás do lobo antes que toda a aldeia seja exterminada?

Resenha: A Garota da Capa Vermelha conta a história de uma garota (sério?) que vive em um vilarejo chamado Daggorhorn. Acredito que a época em que a história é contada seja na idade média mais ou menos. Enfim, a vila vivia em seus anos de paz, há muitos anos o Lobo não aparecia por ali, mas a morte de Lucie, irmã de Valerie foi o estopim para que o desespero e o medo dos habitantes de Daggorhorn voltasse a reinar. Cansado de todo esse sofrimento, Father August toma providencias para chamar o Father Solomon, uma pessoa que se diz homem de Deus e que promete matar o Lobo. Bom, é aí que a história começa a acontecer de verdade.

Valerie era bem diferente das outras garotas e muitas vezes ela se sentia inferior por isso. Mas mal sabia ela que essa diferença era o que encantava o garoto mais cobiçado do vilarejo, o Henry. Mas não era Henry que arrancava os suspiros de Valerie, e sim o Peter. Peter sempre foi o melhor amigo dela e claro eles sempre foram apaixonados um pelo outro. Quando eram crianças ele tinha ido embora por causa de problemas causado pelo pai, mas depois de 10 anos ele volta e sendo assim, um triangulo amoroso nasce entre Valerie, Henry e Peter.

Ao contrário do que muitos pensavam, Solomon era um cara muito louco e obcecado pelo Lobo, e ele fará muitas loucuras para tentar acabar com a vida do animal. Mas depois de uma visita não muito agradável à vila, vamos saber que o que chamava o Lobo para aquele lugar era a nossa querida Valerie. 

Há muitos mistérios nesta história e antes que eu solte um spoiler grave eu queria dizer que eu gostei e não gostei ao mesmo tempo desse livro. Primeiro eu gostei porque A Garota da Capa Vermelha é sombria e rodeada de mistérios, como por exemplo a identidade do Lobo. E eu não gostei porque me senti muito trolada também, o final não é exatamente o final da história e não ficamos sabendo de muitas coisas. Os autores deixa no ar quem é o Lobo e algumas outras coisas que deveríamos saber. Mas como é um livro baseado em roteiro de um filme eu perdoo, e aconselho que todos assistam o filme depois que ler o livro. Por incrível que pareça, há mais detalhes no filme do que no livro.

Eu adorei os personagens, Henry foi o meu favorito porque por mais que ele estivesse com o coração partido, ele fez de tudo para proteger Valerie das loucuras do Fether Solomon. E Peter, foi quase um coadjuvante, mas não deixou de marcar sua presença no enredo. Bom, apesar de tudo, eu recomendo A Garota da Capa Vermelha, mas não se esqueça de assistir o filme depois (caso você ainda não tenha feito).
Mas me senti podia sentir alguma coisa atrás dela, cada vez mais próxima. Aguçou então os ouvidos e tentou não fazer barulho mesmo quando começou a correr. Um animal. Com certeza era uma animal. Já é manhã, lembou-se. Não pode ser o Lobo
-Bruna Domingos 

Tag: 11 things about me | Liebster Award

Olá leitores, hoje vou responder uma tag indicada pelo blog Reinos, Livros & Afins. Agradeço pela indicação da blogueira Linda, fico feliz por ter lembrado do Cultura Literária!
A tag é o seguinte:
• Você deve escrever 11 coisas sobre você. Se trabalha, se tem sonhos, se tem algum detalhe que você gostaria de compartilhar com seus leitores. 

• Deve responder 11 perguntas feitas pelo blog que te indicou. 

• Por último, a sua tarefa é indicar 11 blogs para responderem as perguntas que você fizer! Isso é criado para que aja sempre uma interação entre os autores de blogs espalhados por aí, e com certeza é uma forma legal e divertida de divulgação entre blogs. Válido ressaltar que não falamos apenas de blogs "parceiros", mas qualquer outro que você leia e goste.

11 Coisas sobre mim:

1- Eu adoro ler ouvindo música, claro que não é em um volume alto ou musicas agitadas. Mas eu adoro relacionar música com determinados livros que li.

2- Este é o meu primeiro ano na faculdade no curso de jornalismo, e bom, esse é mais um sonho que estou realizando. Gosto de escrever, discutir assuntos diversos e sou curiosa, acho que isso ajudou um pouco na escolha da profissão.

3- Eu amo música, pra ser mais clara, eu não vivo sem música. É algo que me ajuda bastante durante o dia, e já falando em música, meus estilos favoritos são: rock alternativo, indie, pop e por aí vai. 

4- Sou apaixonada pela banda PARAMORE, sério, sou muito fã deles e eu os acompanho desde 2009 e se tem algo que eu queira muito fazer depois de me formar é entrevistá-los (sonhando).

5- Romance é o gênero literário que mais leio e vem sempre em primeiro lugar na hora de comprar alguns livros.

6- Sou muito calma, as vezes sou calma demais, não perco a paciência facilmente e isso pode ser um pouco irritante para os outros, mas é ótimo pra mim. 

7- Sou um pouco tímida e não gosto de falar muito sobre mim. Um exemplo disso é que estou aqui quase 1 hora tentando lembrar de 11 coisas relacionadas a minha pessoa.

8- Adoro quando eu e meus amigos nos juntamos para tomar tereré, é uma bebida parecida com o chimarrão, mas a diferença é que ele é consumido com água gelada.

9- Gosto de fotografia, gosto de pegar o melhor ângulo das coisas, como paisagens urbanas ou natural por exemplo. Bom, não importa, o fato é que eu adoro fotografar.

10- Não sou muito organizada quando se trata do meu quarto, pois é. Acho que a única coisa que eu estou sempre arrumando e organizando são os meus livros.

11- Amo chocolate, não chego a ser uma chocólatra, mas me dê um chocolate e será meu amigo(a) pra sempre :D

11 perguntas feitas pela Linda:

1- Qual foi o livro que te fez gostar de ler?
Comédia do Anjos, mas faz tanto tempo que eu li que já nem lembro muito bem da história.

2- Qual o seu livro favorito?
Sangue de Lobo - Helena Gomes e Rosana Rios.

3- Qual foi o maior livro que você já leu? Quantas páginas ele tinha?
Sangue de Lobo, 520 páginas.

4- Quantos livros você já leu em 2014?
6 livros.

5- Qual o seu personagem favorito e por que?
Eu não tenho nenhum personagem favorito e seria até difícil de dizer algum aqui. Acho que em todos os livros que leio sempre tem um personagem que acabo amando.

6- Qual o seu gênero literário favorito?
Romance.

7- Você fez metas para 2014? se sim, quais?
Não, não gosto de fazer metas quando se trata de livros.

8- Qual é o pior vilão/vilã que você já leu em livro?
Difícil de dizer, sinceramente não sei.

9- Se você pudesse se casar com algum personagem qual seria?
Nossa são tantos rsrsrs, mas eu acho que casaria com o Lucas do livro Easy.

10- Qual é a última frase da última página do seu livro favorito?
Eita, não lembro. Eu não tenho meu livro favorito em casa, quando eu o li eu peguei da biblioteca da escola e ainda consegui ler duas vezes, mas mesmo assim não me lembro.

11- Qual é a melhor citação do último livro que você leu?
Fiquei zonza e senti um calorão, como se estivesse nas nuvens e todos os clichês do tipo... mas era verdade. Nem sentia mais meus pés no chão. Finalmente me senti no meu lugar - Elixir, pag. 206
Espero que vocês tenham gostado! E já quebrando a regra não vou indicar nenhum blog especifico, mas deixo a disposição para quem quiser participar. quem quiser responder fique a vontade e pode pegar as mesmas perguntas que a Linda fez pra mim, são ótimas.
Bruna Domingos